Bureaucracy as the Enemy of Liberty

Authors

DOI:

https://doi.org/10.30800/mises.2022.v10.1492

Keywords:

Bureaucracy, Debureaucratization, Decentralization, Inversion of Innocence Principle, Public Choice

Abstract

Celerity, economy and transparency in Government seem to be essential conditions for the public sector proper functioning. Thereby, it is not a few times that excessive bureaucracy prevents citizens from accessing the Public Administration, whether when they need to regularize a situation, seeking justice or participate in decision-making processes. This paper, therefore, aims to explore the conceptions about bureaucracy, a familiar and little understood topic. With this, it is intended to demonstrate that the concept of debureaucratization goes far beyond simplifying procedures; it is related to freedom, human dignity and guaranteeing the quality of being a citizen. In this way, a broad look at bureaucracy and how it affects the lives of individuals allows a greater understanding of the initiatives that make Public Administration more flexible.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Author Biography

Evelyn Nunes de Melo Franzen, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis - SC.

Mestranda em Administração junto ao Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade do Estado de Santa Catarina (ESAG/UDESC). Graduada em Direito (UNISUL) e em Administração Pública (ESAG/UDESC). Membro do grupo de pesquisa AdmEthics.

References

ARISTÓTELES. Ética a nicômaco. São Paulo: Abril, 1973. (Os pensadores, v. 4).

BELTRÃO, Hélio. Desburocratização, descentralização e liberdade: a aterrissagem no Brasil real. Revista de Direito Administrativo, Rio de Janeiro, v. 273, p. 491-501, 2016. https://doi.org/10.12660/rda.v273.2016.66755 DOI: https://doi.org/10.12660/rda.v273.2016.66755

BELTRÃO, Hélio. Programa nacional da desburocratização. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 15, n. 3, p. 92-119, 1981. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/11600 Acesso em: 28 maio 2022.

BENTHAM, Jeremy. Uma introdução aos princípios da moral e da legislação. 2. ed. São Paulo: Abril, 1979. (Os pensadores, v. 41).

BONJOUR, Laurence; BAKER, Ann. Filosofia: textos fundamentais comentados. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Senado Federal, 2020. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/566968/CF88_EC105_livro.pdf Acesso em: 20 mar. 2022.

BRASIL. Decreto nº 83.936, de 6 de setembro de 1979. Simplifica exigências de documentos e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil: seção 1, Brasília, DF, ano 117, n. 173, p. 13033, 10 set. 1979. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/antigos/d83936.htm Acesso em: 2 jun. 2022.

BUTLER, Eamonn. Escolha pública: um guia. São Paulo: Bunker Editorial, 2015.

CARVALHOSA, Modesto. Uma nova constituição para o Brasil: de um país de privilégios para uma nação de oportunidades. São Paulo: Mises Brasil, 2021.

CHIAVENATO, Idalberto. Comportamento organizacional: a dinâmica do sucesso das organizações. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. 4. ed. Barueri: Manole, 2014.

COHN, Gabriel (org.). Max Weber. São Paulo: Ática, 1979. (Coleção grandes cientistas sociais, v. 13).

CORDEIRO, Wagner Marques. Burocracia na construção da administração pública do século XXI: uma reflexão teórica. In: ENCONTRO BRASILEIRO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, 4., 2017, João Pessoa. Anais [...]. João Pessoa: UFPE, 2017. p. 851-867. Disponível em: https://www.ufpb.br/ebap/contents/documentos/0851-867-burocracia-na-construcao-da.pdf/@@download/file/0851-867%20-%20BUROCRACIA%20NA%20CONSTRU%C3%87%C3%83O%20DA.pdf Acesso em: 2 jun. 2022.

FARIA, José Henrique de. Weber e a sociologia das organizações. Revista de Administração, São Paulo, v. 18, n. 2, p. 23-29, 1983. https://www.revistas.usp.br/rausp/article/view/166934 Acesso em: 2 jun. 2022.

FITTIPALDI, Ítalo. A "genética" dos modelos analíticos sobre burocracia: alcances e limites das opções ontológicas e epistemológicas dos projetos de pesquisa dos estudos organizacionais. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, v.23, n. 54, p. 137-153, 2015. https://doi.org/10.1590/1678-987315235408 DOI: https://doi.org/10.1590/1678-987315235408

FREY, Klaus. Descentralização e poder local em Alexis de Tocqueville. Revista de Sociologia e Política, Curitiba, n. 15, p. 83-96, 2000. https://doi.org/10.1590/S0104-44782000000200006 DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-44782000000200006

FRIEDMAN, David D. As engrenagens da liberdade: guia para um capitalismo radical. 2. ed. [S. l.: s. n.], [1989?]. E-book. Disponível em: https://docplayer.com.br/34151-As-engrenagens-da-liberdade-guia-para-um-capitalismo-radical-segunda-edicao-david-friedman.html Acesso em: 2 jun. 2022.

KARSTEN, Frank; BECKMAN, Karel. Além da democracia. São Paulo: Mises Brasil, 2013. Disponível em: https://d3ptueit7w3f7j.cloudfront.net/Livros/Alem+da+Democracia.pdf Acesso em: 2 jun. 2022.

LIMA, Marcel Vilela de; SILVA, Ana Dóris da; RODRIGUES, Gláucia Maria de Oliveira Souza; BORGES, Juceli Alves; PRANDINI, Marco Antônio. A burocracia estatal brasileira como ator social. In: ENCONTRO DA ANPAD, 22., 1998, Foz do Iguaçu. Anais [...]. Foz do Iguaçu: ANPAD, 1998. p. 1-12.

MARCHIONNI, Antonio. Ética: a arte do bom. Petrópolis: Vozes, 2008.

MARENCO, André. Burocracias profissionais ampliam capacidade estatal para implementar políticas? Governos, burocratas e legislação em municípios brasileiros. DADOS - Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, v. 60, n. 4, p. 1025-1058, 2017. https://doi.org/10.1590/001152582017141 DOI: https://doi.org/10.1590/001152582017141

MISES, Ludwig von. Ação humana: um tratado de economia. São Paulo: Mises Brasil, 2010. Disponível em: https://d3ptueit7w3f7j.cloudfront.net/Livros/a%C3%A7%C3%A3oo+Humana+-+Um+Tratado+de+Economia.pdf Acesso em: 15 maio 2022.

MISES, Ludwig von. Burocracia. São Paulo: Mises Brasil, 2018.

MISES, Ludwig von. Introdução à burocracia. MISES: Revista Interdisciplinar de Filosofia, Direito e Economia, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 251-262, 2015. https://doi.org/10.30800/mises.2015.v3.741 DOI: https://doi.org/10.30800/mises.2015.v3.741

MISES, Ludwig von. Nation, state, and economy: contributions to the politics and history of our time. Carmel: Liberty Fund, 2006. (Liberty Fund Library of the works of Ludwig von Mises). Disponível em: https://oll-resources.s3.us-east-2.amazonaws.com/oll3/store/titles/1819/1364_LFeBk.pdf Acesso em: 15 maio 2022.

MISES, Ludwig von. Planning for freedom and twelve other essays and adresses. Illinois: Libertarian Press, 1974. Disponível em: https://mises.org/library/planning-freedom-and-twelve-other-essays-and-addresses Acesso em: 15 maio 2022.

MOTTA, Fernando C. Prestes; BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. Introdução à organização burocrática. 2. ed. rev. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004. Disponível em: https://www.bresserpereira.org.br/books/introducao-a-organizacao-burocratica/00000-introducao-a-organizacao-burocratica.pdf Acesso em: 15 maio 2022.

OSBORNE, David; GAEBLER, Ted. Reinventando o governo: como o espírito empreendedor está transformando o setor público. 5. ed. Brasília, DF: MH Comunicação, 1995.

PENNA, José Osvaldo de Meira. O dinossauro: uma pesquisa sobre o Estado, o patrimonialismo selvagem e a nova classe de intelectuais e burocratas. São Paulo: T.A. Queiroz, 1988.

PINHEIRO, Ivan Antônio. Gestão da regulação. 3. ed. rev. e atual. Florianópolis: UFSC, 2016. Disponível em: https://educapes.capes.gov.br/handle/capes/145377 Acesso em: 15 maio 2022.

POPPER, Karl R. Em busca de um mundo melhor. Lisboa: Fragmentos, 1989.

RAMOS, Alberto Guerreiro. Administração e contexto brasileiro: esboço de uma teoria geral da administração. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 1983.

SECCHI, Leonardo. Modelos organizacionais e reformas da administração pública. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 43, n. 2, p. 347-369, 2009. https://doi.org/10.1590/S0034-76122009000200004 DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-76122009000200004

SERAFIM, Maurício Custódio; BENDASSOLLI, Pedro Fernando. A redução da dimensão ética nas organizações. Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão, Rio de Janeiro, v. 8, n. 3, p. 46-54, 2009. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rbpg/article/view/78868 Acesso em: 2 maio 2022.

SOUZA, Ângelo Ricardo de; MOREIRA, Claudia Regina Baukat Silveira. A sociologia weberiana e sua articulação com a pesquisa em políticas educacionais. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 41, n. 3, p. 931-949, 2016. https://doi.org/10.1590/2175-623653059 DOI: https://doi.org/10.1590/2175-623653059

TOCQUEVILLE, Alexis de. A democracia na América: leis e costumes. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

TULLOCK, Gordon. The politics of bureaucracy. Washington, DC: Public Affairs Press, 1965.

TULLOCK, Gordon; SELDON, Arthur; BRADY, Gordon L. Government failure: a primer in public choice. Washington, DC: Cato Institute, 2002.

WEBER, Max. Ensaios de sociologia. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC Editora, 1982.

WEBER, Max. O que é a burocracia. Brasília, DF: CFA, 2014. Disponível em: https://cfa.org.br/wp-content/uploads/2018/02/40livro_burocracia_diagramacao.pdf Acesso em: 4 out. 2021.

Published

2023-01-20

How to Cite

1.
Franzen EN de M. Bureaucracy as the Enemy of Liberty. MisesJournal [Internet]. 2023 Jan. 20 [cited 2023 Feb. 2];10. Available from: https://revistamises.org.br/misesjournal/article/view/1492